quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Teu fruto

.


Chupo
teu fruto
na moita
que o vento
açoita
com boca
afoita
que grita
como louca
que goza
como vento
e geme
como mulher
.

2 comentários:

Morgana disse...

Perfeito...não são precisas mais palavras para dizer o essencial!

NAFTAMOR disse...

morgana,

Concordo em absoluto,
de mulher para mulher e que só MULHER entende.