terça-feira, 4 de novembro de 2008

.

Vida - É o amor existencial.
Razão - É o amor que pondera.
Estudo - É o amor que analisa.
Ciência - É o amor que investiga.
Filosofia – É o amor que pensa.
Religião - É o amor que busca a Deus.
Verdade - É o amor que eterniza.
Ideal - É o amor que se eleva.
Fé - É o amor que transcende.
Esperança - É o amor que sonha.
Caridade - É o amor que auxilia.
Fraternidade - É o amor que se expande.
Sacrifício - É o amor que se esforça.
Renúncia - É o amor que depura.
Simpatia - É o amor que sorri.
Trabalho - É o amor que constrói.
Indiferença - É o amor que se esconde.
Desespero - É o amor que se desgoverna.
Paixão - É o amor que se desequilibra.
Ciúme - É o amor que se desvaira.
Orgulho - É o amor que enlouquece.
Sensualismo - É o amor que se envenena.
Finalmente, o ódio, que julgas ser a antítese do amor, não é senão o próprio amor que adoeceu gravemente.
§

8 comentários:

lisse disse...

Amor
de todas e em todas as horas,
Amor de sempre...

De olhos que se encontram na escuridão dos caminhos. De mãos vazias que saltam a distância, que se tocam e entrelaçam...

Noite boa, com mãos de asa...
Beijo Grande

kris disse...

amor...que é isso afinal?tantas definição.....mas não acredito em nenhuma....

bom dia..beijo

NAFTAMOR disse...

lisse,

Um beijo GRANDE

NAFTAMOR disse...

Kris,

Hoje ainda não te visitei e por isso não sei como vamos; o facto é que ao comentares deste modo só pode ser um dia mau.
Acredito no AMOR e sei que tu também. Não acredito naquilo que escreves; que estejas desiludida, magoada, triste com "A", até percebo, mas por causa de uma andorinha não acaba a Primavera.

Um beijo

kris disse...

naft,

pois..não acaba a primavera...mas ficamos no inverno..para não dizer inferno...vamos ver se o sol brilhará para mim e para "A"...

beijo

NAFTAMOR disse...

Kris,
Faço votos para o sim, mas não te iludas e não olhes só numa direcção.

Um beijo

kris disse...

naft,

pois tenho mt esse hábito

NAFTAMOR disse...

Kris,

AH!!! a questão das palas; fazes mal já te o disse mil vezes, mas quem sou eu.